Buscar

Qual o impacto da insatisfação profissional na sua vida?

Por diversas vezes, ouvimos muito sobre vida pessoal e profissional, como se fossem momentos separados e que não ocupam o mesmo espaço.


E quando eu converso com as pessoas sobre o meu trabalho que é levar clareza profissional para que criem um trabalho que amem e possam viver dele, eu sinto e vejo muitas pessoas deixando esse momento para depois com as frases: "Eu não gosto do que eu faço, mas eu ganho bem." ou "Eu preciso aguentar mais um pouco, ano que vem eu quero me dedicar para ver isso".


E com essas respostas, o impacto da insatisfação profissional tem rompido todos os limites, causando doenças, término de relacionamentos, brigas com os filhos, sentimento de culpa e auto cobrança excessiva.


E isso acontece pela imposição de uma separação que não existe e nunca irá existir. Já ouvi no meu tempo de CLT, a importância que vamos até a empresa para trabalhar, o restante fica lá fora, trabalho é trabalho.


As pessoas só esquecem de uma coisa: Somos seres humanos e não robôs. Não há dentro de nós um botão ou uma alavanca que desligue nossa vida pessoal e ative a profissional e vice e versa. Somos apenas um ser humano, logo, tudo é vida.


E quando percebemos que tudo é vida, quando você está passando por uma situação ruim no seu relacionamento, ela vai impactar de alguma forma no seu trabalho, você não estará 100%. E o mesmo acontece caso o seu emprego esteja ruim.


Não se trata apenas de deixar para cuidar da sua vida profissional mais tarde, se trata da sua vida.


Quando você permanece em um emprego que não te traz felicidade, que você se sente exausta e esgotada diariamente, você passa a ter menos diálogo com seu marido, ele se sente deixado de lado, você não consegue compreender porque ele se sente assim.


Seus filhos querem brincar, você está cansada demais, até brinca, mas a sua cabeça está funcionando sem parar, pensando em todas as outras coisas que deveria fazer e não consegue ficar 100% presente com eles.


A sua saúde fica ruim, por conta do trabalho e estresse, falta tempo e vontade para se alimentar melhor, você está muito cansada ao final do dia para ir até a academia e pode até engordar.


Seu psicológico fica abalado, porque você não quer estar nesse lugar, sabe que precisa sair, mas não sabe como, então começa a se sentir exausta, o estresse lhe consome e tem grande tendência de desenvolver alguma doença como Burnout.


Esses são os verdadeiros impactos de uma vida profissional infeliz, quando tudo soma dia após dia até a situação ficar insustentável e você ser forçada a tomar uma atitude contra sua vontade e em um momento inadequado.


E esse artigo é para te alertar, para que você entenda que não é apenas um emprego é a sua vida.


E se você se identificou, isso é ótimo, pois esse é o primeiro passo para você conseguir mudar, o reconhecimento de que você não vive uma relação saudável.


Agora que identificou, você pode começar a listar o que de verdade gostaria de ter na sua vida no lugar da vida que leva hoje. Quais as atividades que gostaria de fazer, quer trabalhar de casa ou continuar indo para um lugar fixo.


Todas essas análise te colocam um passo a frente de começar a montar seu plano e fazer as mudanças necessárias para a sua vida acontecer.


E se precisa de ajuda, me envia uma mensagem, pois esse caminho pode e merece ser diferente.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo