Buscar

Por que você sabe que quer e precisa mudar, mas não consegue sair do lugar?

Muitas vezes, as pessoas têm consciência de que precisam mudar de emprego, querem começar seu próprio negócio, precisam tomar uma atitude, fazer uma ligação, falar com alguém. Sabem que aquela ação vai mudar muita coisa, mas ainda assim não conseguem dar o primeiro passo.


A resposta está no seu perfil comportamental, na forma como você toma as suas decisões. Conhecendo qual é o seu perfil comportamental, você vai perceber que muitas vezes não é tão simples assim pensar em algo que você precisa fazer, e de fato ir lá e AGIR.


Eu senti na pele o quanto o meu perfil estava me impedindo de ter o meu próprio negócio do jeito que eu queria, e quero trazer pra você essa experiência, pra que você também fique atento se o seu perfil está te impedindo de seguir em frente.


Existem quatro perfis comportamentais, o dominante (Aquela pessoa que gosta de estar no comando, com foco nos resultados, gosta das coisas pra ontem), o influente (Muito comunicativo, se relaciona muito bem com as pessoas e compartilha muitos sonhos, mas não age), estável (Gosta de manter tudo estável, no seu lugar, é apaziguador, gentil, bom ouvinte) e o analítico (É uma pessoa cautelosa, perfeccionista, é pelo correto e gosta de organização e competência).


Conhecer o seu perfil é sensacional, pois você pode descobrir porque você e seu chefe não se acertam, porque você não consegue tomar algumas decisões e o melhor, COMO você pode mudar. Por isso que a análise comportamental está sempre presente nos meus programas de carreira.


A questão é que o meu perfil é Estável/Analítico e por mais que eu soubesse disso, nunca tinha me despertado a vontade de aumentar o meu perfil dominante, perceber como o meu perfil atual me boicotava e me impedia de fazer mudanças significativas na minha vida.

Semana passada eu trabalhei muito o meu interno como uma observadora da minha mente, pra perceber em que momentos o meu perfil me impedia de dar esse passo. Eu precisava falar com uma pessoa que poderia ajudar muito nos meus negócios e sempre que eu via essa pessoa, minha mente me dizia: “Você não precisa falar com ela agora, na próxima vez você fala.”, “Agora está cheio de pessoas ali, não perde teu tempo, vão ter outras oportunidades.”, “Dá pra ficar bem assim, não precisa ir lá agora.”.


Antes eu aceitaria isso numa boa, até que dessa vez eu peguei a minha mente junto com o meu perfil querendo me sabotar. Querendo que eu planejasse o momento perfeito para tomar uma atitude, momento esse, que talvez nunca chegasse. E foi só quando eu fiquei atenta pra isso, que eu consegui tomar a atitude de mudar. Eu disse chega para a minha mente, me levantei e fui falar com quem eu precisava.


Foi fácil? Não, eu fiquei muito desconfortável, um mix de quero com não quero, mas eu fui e foi uma ótima conversa com possibilidades incríveis. Só que todos os seus perfis têm seus pontos fortes e fracos, e você precisa conhece-lo pra saber como fazer essas jogadas e fazer o seu perfil comportamental te influenciar positivamente e pra isso, você vai precisar aumentar os seus outros perfis pra fazer o que precisa.


Mais uma vez, o autoconhecimento é a chave. Conhecer o seu perfil comportamental, faz com que você entenda porque toma ou não toma determinadas atitudes, e o que precisa fazer para AGIR e fazer as coisas acontecerem. Você também descobre porque certas coisas não vem dando certo e como mudar.


Gostou? Quer conhecer o seu perfil comportamental?

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo