Buscar

Empreender é único caminho

Não é novidade que habilidades como comunicação, pró-atividade e saber liderar, estão entre as mais requisitadas pelas empresas. O intraempreendedorismo (desenvolver suas habilidades empreendedoras dentro da empresa) está crescendo muito.


Também não é novidade que o mundo do trabalho está mudando constantemente, que a reforma do trabalho tem o objetivo de mudar e talvez até extinguir o contrato CLT. O número de contratos de mão de obra como PJ cresce a cada dia e no futuro não haverá mais o trabalho "normal" como conhecemos hoje.


E ainda tem a pandemia, que obrigou muitas pessoas a migrarem para o empreendedorismo, mas mais do que isso, libertou muitas pessoas que estavam infelizes em seus empregos e aproveitaram uma demissão para mergulharem naquilo que são apaixonadas. E muitas estão dando certo.


Na pandemia, foi quando meu negócio mais cresceu inclusive.


A verdade é que, mesmo que você não se enxergue como uma pessoa empreendedora, todos os lados apontam como o empreendedorismo como o único caminho, como necessário para que você seja capaz de gerar sua própria renda e encontrar a verdadeira felicidade.


Não é mais possível nos dias de hoje aceitar um trabalho sem sentido e passar a vida inteira no mesmo emprego, nem que você queira. Segundo o conselheiro de carreira da FECAP, Augusto Dutra Galery, as novas gerações terão até 5 carreiras. Então como você vai ficar a vida toda na mesma empresa, entregando o seu sustento e a sua vida nas mãos de outra pessoa?


Portanto, o único caminho para você conquistar seus objetivos, ter um trabalho com significado e utilizando os seus talentos, aquilo que você ama fazer para gerar a sua renda, é através do empreendedorismo. Ele é mais do que necessário para qualquer caminho que você escolha seguir.


E como você pode começar a inserir o empreendedorismo na sua vida, como transformar aquilo que você ama em uma possibilidade de negócio para te gerar renda?


  1. Tenha claro aquilo que você não quer, essa é a melhor forma de você encontrar o que ama fazer. No emprego que você está hoje, o que mais detesta fazer? Por que? Na sua vida, o que te incomoda e que você quer mudar? A partir desses questionamentos, você tem um norte sobre quais são as coisas que você quer no lugar disso.

  2. Saiba no que você é boa. Pelo que as pessoas te pedem ajuda? Quais são as coisas que você faz com facilidade e as pessoas ficam encantadas? Pelo que as pessoas te pagariam? É aqui que você começará a ver quais habilidades e talentos podem ser remunerados.

  3. Comece algo em paralelo. Não queira depender apenas do seu emprego e nem sair do emprego para ter algo seu. A melhor forma de começar a empreender é em paralelo com seu emprego atual, isso te permite ter tranquilidade para testar suas ideias e começar a ter os primeiros retornos sobre o seu negócio.


Coloque essas estratégias em prática e eu tenho certeza que você verá que existe uma empreendedora dentro de você e isso vale ouro.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo